sábado, 3 de julho de 2010

Lindo!

Entrada para a Beleza... Interior!

2 comentários:

epee disse...

Alinhar o tema do post à imagem é também uma qualidade “admirável” que tenho encontrado neste blog. Nem todos os fotógrafos conseguem coadunar imagem com o suporte dado ao texto, ou título, à leitura que pretende atingir.

A fotografia já é uma cena. Cabal ou não, mas não deixa de ser uma cena. Como cena, exprime, mas é na descrição verbal que a cena se complementa. É preciso estabelecer uma ponte de comunicação entre um e outro, para que exista o domínio [entendimento] da gramática semântica e o leitor possa decodificá-la, transformando-a em mensagem. Não uma mensagem qualquer, mas numa 'sensação', num sentir: ação-reação.

Cada leitor, pela experiência de vida, faz uma leitura diferenciada, mas é no conjunto da 'obra' - mensagem verbal e mensagem visual - que a ideia principal se amarra.

Assim, Krystal se prevalece da clareza intencional [imagem-sentido] enquanto DiVerso da gramática-ponte e KrystalDiVerso exerce a arte de ‘poetar’, trabalhando com maestria [de poeta-fotógrafo] suas “figuras” de linguagem.




|@
“Lindo” comprova a tese de que nenhuma beleza exterior existe sem beleza interior.
É DiVerso, favorável à autocrítica e no desprezo ao auto-elogio.

Bom fim-de-semana.

Sérgio disse...

foi tirada de que filme de terror?