sábado, 24 de julho de 2010

Pomba



Esta Pomba... perdeu uma pata por estrangulamento!
Ferraris e Mercedes dizem que é... bem feito!
Eu... Imagino a Dor de Ambos.


Um comentário:

epee disse...

Custou-me, mas finalmente revelou-se.

No entendimento do que não caberia qualquer entendimento, escapava-me a pergunta. Onde e como formalizar o questionamento sobre a 'foto' grafia 'Pomba Manca'? Considerando a pergunta "qual é a imagem que eu vejo?", limitei-me a enxergar o óbvio, desconsiderando a linguagem. Primeiro erro. DiMagem não precede qualquer linha de obviedades. O maior obstáculo, porém, residia na prisão da liberdade do ponto cego da imagem. Segundo erro.

Até olhar e ver, no real, o imaginário. A saber que a pergunta não traria respostas, por ser DiVerso e alcançar no gesto a intenção, ou a pretensão da intenção. À pergunta que não foi ajustada, a resposta encontrada.

A "Pomba Manca", o leitor manca... enquanto DiVerso - 'debaixo' - realiza, entre cortes e recortes precisos, a arte que se faz na beleza de uma sombra.

Simples assim. Krystal assim.




!@
Bom fim de semana, DiVerso.